Arquivo mensal: julho 2011

Filme em Cartaz – Os Pinguins do Papai

Sinopse

Em Os Pinguins do Papai, Jim Carrey é o Sr. Popper, em uma divertida comédia para a família que conta a história de um homem de negócios totalmente sem noção do que fazer quando o assunto são as coisas importantes da vida – até o dia em que ele recebe 6 pinguins como herança.

Apesar dos pinguins de Popper transformarem seu chiquérrimo apartamento em Nova York num parque de diversões de inverno – e virarem a vida de Popper de cabeça para baixo, eles também lhe ensinam importantes lições sobre famílias… humanas ou não.

Gênero: Comédia
Duração: 94 min.
Censura: 10 anos
Estreia: 23 de Julho

Horário: 19:30

Anúncios

Diretoria do Bahamas anuncia novos investimentos em Cataguases e vai gerar mais de 130 postos de trabalho na cidade

A primeira unidade instalada em Cataguases há 12 anos será mantida

Cumprindo as metas de crescimento e expansão física, a diretoria da rede de supermercados Bahamas acaba de anunciar a abertura da segunda unidade do grupo em Cataguases. Será a 28º loja da rede e a segunda na cidade no imóvel onde funcionou a Companhia Industrial Cataguases e mais recente o Instituto Francisca de Sousa Peixoto, o Chica.

O projeto de construção está em fase final de elaboração. O Bahamas Cataguases centro vai ocupar uma área de quase 5000m2, de um total de 13000 m2 de área adquirida. A previsão de inauguração é para o final deste ano. A nova unidade do Bahamas Cataguases será a nona loja da rede, fora da sede em Juiz de Fora e terá em torno 1940m2de área de vendas e estacionamento coberto para cerca de 20 veículos.

O Bahamas Centro vai ocupar uma área de quase 5000m2, de um total de 13000 m2 de área adquirida

Na primeira fase, o empreendimento terá apenas o Bahamas, ficando para a segunda etapa, a construção de um shopping center, que terá novas lojas âncoras, lojas satélites, além de prestadores de serviços, como clínicas, academia de ginástica, unidades estudantis  e praça de alimentação. A segunda fase será projetada e apresentada posteriormente.

O Bahamas centro terá 15 check outs com padaria, açougue, hortifrúti, departamentos e bazar e vai gerar 130 novos postos de trabalho de forma direta e outras dezenas de forma indireta. As obras terão início imediato após aprovação do projeto.

O Bahamas está criando mais um compromisso com a cidade. Todos os novos postos de trabalho criados serão de Cataguases. Segundo o diretor comercial da rede, Jovino Campos, desde o primeiro momento da chegada do Bahamas na cidade há 12 anos, quando foi aberta a primeira loja, Cataguases recebe atenção especial. A mão de obra local sempre foi privilegiada, com prioridade de contratação. Assim, nossos gerentes, subgerentes e todos os outros cargos são filhos da cidade. Agora, com a segunda unidade, boa parte deles receberão promoções e ocuparão todos os cargos disponíveis. “Esta é uma prática do Bahamas de valorizar os profissionais da cidade nos mais diversos setores. é o mercado da cidade que vai nos abastecer com a mão de obra empregada pelo Bahamas”, ressalta o diretor comercial.

Jovino disse ainda que a decisão de abrir a segunda loja em Cataguases já vinha sendo avaliada há pelo menos quatro anos, quando a empresa identificou possibilidades de ampliação de negócios, que foi confirmada através da pesquisa que a rede realizou na cidade. “Nós procuramos tomar a decisão com tranquilidade na expectativa de encontrar uma área que viesse nos atender. Estamos felizes com o fechamento do negócio”, disse Jovino.

A rede vai investir cerca de 20 milhões de reais entre aquisição do imóvel, execução do projeto e implantação da unidade, sendo que os números da segunda fase ainda não foram levantados. Para Jovino Campos, estes investimentos são fruto da confiança que o Bahamas tem na potencialidade da cidade, fortalecendo ainda mais a marca Bahamas na região.

A montagem da unidade será definida pela gerência de expansão do Bahamas que buscará modernidade, aliada à funcionalidade, tecnologia e iniciativas ecologicamente corretas e com o objetivo de atender as exigências do mercado e principalmente do público consumidor. O Bahamas Cataguases centro vai oportunizar uma melhora no atendimento aos clientes de toda a região que passarão a contar com duas opções de compras. A primeira unidade instalada em Cataguases será mantida. Além disso, o Bahamas vai preservar a fachada e todas as características históricas do prédio. As ações terão o conhecimento do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, respeitando o tombamento e a preservação do imóvel.

O Bahamas centro terá um layout com fortes tendências de crescimento nas áreas de frios e congelados, priorizando facilitar a circulação dos clientes dentro de loja e exposição dos produtos. A montagem da unidade e o projeto final da obra estão sendo elaborados dentro do novo conceito Bahamas de montagem de lojas.

O Bahamas hoje

 A rede tem sede em Juiz de Fora.  São 26 lojas- sendo 24 de varejo e duas de atacado, assim distribuídas: 18 em Juiz de Fora, Cataguases, Ubá, Viçosa, Ponte Nova, Além Paraíba, duas em Barbacena e uma em São João del Rei.

 O Bahamas ocupa a 20º posição no ranking dos maiores supermercados do brasil sendo no mesmo ranking, a terceira rede mineira.  Gera em torno de 4500 postos de trabalho diretos e mais centenas de indiretos.

No início do segundo semestre, o Bahamas vai inaugurar o novo centro de distribuição, que está sendo erguido nas margens da BR 040. Esta unidade vai possibilitar ao Bahamas crescimento e desenvolvimento projetando para os próximos cinco anos chegar a 50 unidades.

Caravana Digital promove mostra de vídeos de animação no 43º Festival de Inverno da UFMG em Cataguases

Grupo de Teatro Kabana em apresentação no Festival de Inverno da UFMG em Cataguases

A Caravana Digital, formada por um conjunto de projetos do Programa Vivo Lab, está em  Cataguases para o 43º Festival de Inverno da UFMG que vai até dia 24 de julho. Uma das atrações da Caravana Digital é a exposição audiovisual e de tecnologias digitais, que acontece no Centro Cultural Eva Nil (Estação Ferroviária). A exposição traz um pouco dos 14 projetos do Programa Vivo Lab, resultado da criação coletiva de artistas, produtores e realizadores de Minas Gerais. A exposição, que se encerraria no último domingo, foi prolongada até o próximo sábado, dia 23 de julho, e fica aberta de 12 às 19h.

Em parceria com o Fábrica Animada, a Caravana traz para o Festival uma mostra de vídeos de animação. O projeto Fábrica Animada reúne equipes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), das Faculdades Integradas de Cataguases (FIC/UNIS) e da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) para a produção de curtas-metragens com diferentes técnicas de animação. Na sexta, dia 22 de julho, será o lançamento do Fábrica Animada, a partir das 18h30 no Centro Cultural Humberto Mauro. No domingo, dia 24 de julho, é a vez do Cine Caravana exibir os filmes do projeto Fábrica Animada na Praça Santa Rita, às 19h30.

Rede

A Caravana é uma rede de 14 projetos que peregrina por cidades de Minas Gerais, oferecendo palestras, mostras audiovisuais, oficinas, performances e outras atividades para a população das cidades. O objetivo da Caravana Digital é desenvolver uma rede transformadora, proporcionando a circulação e compartilhamento de arte, tecnologia, experimentação e idéias. Este ano, a Caravana já passou por Guaxupé e Juiz de Fora.

Em Cataguases, as atividades da Caravana integram a programação do Festival de Inverno da UFMG em um diálogo na discussão sobre novas mídias, formatos e linguagens. Um dos destaques da programação foi a participação do Grupo de Teatro Kabana. O grupo ofereceu a oficina Leituras Dramáticas, que durou três dias e destinou-se a interessados em artes cênicas. Os alunos tiveram na oficina uma preparação para uma boa leitura, trabalhando elementos como entendimento do texto, subtexto, pausas e ênfases. Na oficina, os professores Mauro Xavier e Nélida Prado ensinaram um pouco do que foi apresentado na performance Os Amandes de Sherazade, do grupo Kabana. O grupo se apresentou na Praça Santa Rita no último domingo, dia 18 de julho, em um espetáculo que “é uma mistura de teatro de rua com as novas tecnologias”, segundo Nélida Prado, diretora e atriz do grupo.

Além da parceria com a Caravana Digital, o Festival de Inverno da UFMG tem outras atrações em Cataguases.

Lei Ascânio Lopes tem recorde de inscrições

Terminou ontem, domingo, 17, o prazo para inscrições de projetos que tentarão o apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Ao todo, foram 58 projetos inscritos, um aumento considerável em relação a 2010, primeiro ano da lei, quando foram inscritos 36 projetos.

Até 17 de agosto a Comissão Municipal de Incentivo à Cultura julgará os projetos aprovados e a Secretaria de Cultura, ao término dos trabalhos de apreciação, publicará até o dia 02 de setembro a relação dos projetos aprovados na edição 2011 da Lei.

Programação do Festival de Inverno da UFMG em Cataguases vai até sábado com oficinas, cinema, fórum e performance

Nina Becker em show em Cataguases durante o Festival de Inverno da UFMG

Depois de receber os shows de Tulipa Ruiz e Nina Becker (foto), Cataguases pode conferir outras atrações do 43° Festival de Inverno da UFMG, que fica na cidade até dia 24 de julho. A programação traz novidades no campo do audiovisual e das novas mídias, além de diversas apresentações culturais.

De segunda a quinta, o Festival continua com cinco oficinas ministradas na Escola Guido Marlière. Nas oficinas, os alunos aprendem o que há de mais contemporâneo em processos de criação audiovisual e linguagens interativas, buscando a aproximação e interação com o espaço urbano de Cataguases. No encerramento do Festival, domingo dia 24 de julho, haverá uma mostra dos resultados das oficinas no Centro Cultural Humberto Mauro, às 19h.

Na quinta, dia 21 de julho, é dia da sessão especial de cinema do projeto Tela Viva Cultura e Cidadania, às 19h, na praça principal de Sereno, distrito de Cataguases.

Já na sexta, dia 22 de julho, é dia do Fábrica Animada, projeto da Fábrica do Futuro e Instituto Cidade de Cataguases que reúne equipes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), das Faculdades Integradas de Cataguases (FIC/UNIS) e da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). Com diferentes técnicas de animação, os jovens produziram curtas-metragens com o tema “Vizinhos”. Na sexta, haverá a exposição das maquetes do Fábrica Animada, workshop com Gustavo Santos e apresentação dos filmes de animação produzidos. A atividade é no Centro Cultural Humberto Mauro, a partir das 18h. Os vídeos do projeto também serão exibidos no Cine Caravana, no próximo domingo, dia 24 de julho, na Praça Santa Rita.

A programação da semana também tem atrações no sábado, dia 23 de julho. Este é o dia do Fórum DiverCidade Criativas, apresentado pelo Comitê Gestor do Polo Audiovisual em parceria com o Instituto Cidade de Cataguases e Sebrae. O Fórum reforça o projeto de criação de um polo audiovisual em Cataguases e região e acontece a partir das 9h, no Centro Cultural Humberto Mauro. Após o Fórum, às 21h, é a vez da performance do F.A.Q, chamada Breve História do Agora. A performance traz recombinações de luz, som e movimento, com uma visão plástica da evolução tecnológica.

O Festival de Inverno da UFMG de 2011 passa por cinco cidades e Cataguases é a segunda parada, depois de Tiradentes. O Festival também está em Diamantina, até o dia 29 de julho. Depois segue para Belo Horizonte e Brumadinho (Inhotim), de 25 de julho a 7 de agosto.

Confira a programação completa do Festival de Inverno no site.

Professora de Cataguases tem artigo publicado em importante livro de História

A professora Irenilda Reinalda Barreto de Rangel Moreira Cavalcanti participará na semana que vem do lançamento do livro Hierarquias, raças e mobilidade social, organizado pelos profs. Célia Cristina da Silva Tavares e Rogério de Oliveira Ribas, publicado pela Editora Contracapa do Rio de Janeiro.

Doutora em História pela UFF (Universidade Federal Fluminense), Irenilda teve o artigo “Cabeças amotinadas: Martinho de Mendonça e o motim de 1736 nos sertões mineiros” inserido no capítulo que trata de Política e Projeção Social. O presente livro é a consolidação do profícuo trabalho de inúmeros pesquisadores e pretende dar um tom importante de obra coletiva às pesquisas de jovens historiadores. O lançamento será na próxima quinta-feira, 21, em São Paulo, no XXVI Congresso da ANPUH (Associação Nacional de Professores de História).

Sinopse:

Um grupo de pesquisa tem como um de seus objetivos a incumbência de formar novos quadros. Para as agências de fomento, para as instituições universitárias e para os professores, esse é um dos propósitos básicos desse sistema de pesquisa. Assim, quando em outubro de 2008, mais de trinta jovens pesquisadores se reuniram no II Seminário de Pós-Graduandos em História Moderna – As Hierarquias Sociais mostravam interessante tendência da historiografia brasileira.

Caravana Digital integra programação do Festival de Inverno da UFMG em Cataguases

A Caravana Digital desembarcou em Cataguases hoje, 14, para apresentar o conjunto de projetos articulados que integram o Programa Vivo Lab. A Caravana, que integra a programação do Festival de Inverno da UFMG, é uma ação itinerante de circulação e democratização cultural vai disponibilizar palestras; oficinas; exibição de vídeos, filmes e documentários; apresentações artísticas e mostras audiovisuais, tudo inteiramente gratuito para o público da cidade e vai até o dia 24.

Em Cataguases destacam-se na programação a oficina de leituras dramáticas do grupo de teatro Kabana; a mostra de vídeos de animação (Projeto Fábrica Animada); a palestra do jornalista Wagner Merije sobre o projeto Minha Vida Mobile e a exposição de tecnologia e novas mídias do Vivo Lab, que reúne trabalhos de todos os realizadores do projeto.

O Programa Vivo Lab é resultado do trabalho e construção coletiva de artistas, produtores e realizadores de Minas Gerais que atuam nos projetos Arte.Mov – Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis; Rede Geração Digitalizada de Webvisão; Eletronika – Festival de Novas Tendências Musicais; Imagens do Futuro – Introdução à linguagem e produção audiovisual, MIP – Manifestação Internacional de Performance; MVMOB – Minha Vida Móbile; Repia – Residência de Pesquisa Interdisciplinar Avançada; Marginalia-Lab; Educação Midiática; Gambiólogos, Interactivos, Networked Hack Lab, Marzagão em Cena e a Rede Criativa Inhotim.

O objetivo da Caravana Digital é ampliar o repertório cultural e a formação de público, apropriando-se das pesquisas e conteúdos artísticos alcançados para gerar novos projetos, produtores, coletivos criativos e instituições culturais em nosso estado.

Em seguida o projeto segue para Montes Claros, sempre buscando consolidar parcerias locais tendo em vista a contínua construção do Programa Vivo Lab.

A Caravana Digital é uma realização do Instituto Cidade de Cataguases e tem o patrocínio da Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais. O projeto conta com o apoio da Fábrica do Futuro e produção da Malab Produções.

Em Cataguases, a Caravana conta com a parceria da Prefeitura Municipal da cidade e da Fundação Ormeu Junqueira Botelho. Mais informações aqui.